domingo, 24 de março de 2013

Os 12 defeitos mais insuportáveis dos brasileiros


Os brasileiros são incríveis, além de únicos, pois entre os povos que habitam esse planeta, os brasileiros são os mais acolhedores. Entretanto, certos comportamentos, melhor dizendo, caraterísticas do nosso povo são extremamente irritantes. Talvez sejam resultados de fatos históricos, talvez seja resultado dessa cultura tão miscigenada…. não dá para saber ao certo de onde provém esses defeitos mas é certo que eles estão presentes do norte ao sul desse país. Não que tais sejam exclusividades brasileiras, apesar de que nas terras tupiniquins pareça muito mais acentuado que em outros lugares. Veja a lista e dê sua opinião:


Obs.:Lembrando que este post no blog Os Güelos fala da maioria dos brasileiros e não está generalizando. Maioria = Número excedente a metade do todo; grupo preponderante.

Ressaltamos também que os itens não estão por ordem de importância.



1. Brasileiros são um bando de Maria-vai-com-as-outras

A explicação para o excesso de reclamação e para a falta de reação já virou estudo aqui no Brasil. O resultado não apresentou nenhuma novidade: O brasileiro não tem o hábito de protestar no cotidiano. A corrupção dos políticos, o aumento de impostos, o descaso nos hospitais, as filas imensas nos bancos e a violência diária só levam a população às ruas em circunstâncias excepcionais. Por que isso acontece? A resposta a tanta passividade pode estar em um estudo de Fábio Iglesias, doutor em Psicologia e pesquisador da Universidade de Brasília (UnB). Segundo ele, o brasileiro é protagonista do fenômeno “ignorância pluralística”, termo cunhado pela primeira vez em 1924 pelo americano Floyd Alport, pioneiro da psicologia social moderna.
“Esse comportamento ocorre quando um cidadão age de acordo com aquilo que os outros pensam, e não por aquilo que ele acha correto fazer. Essas pessoas pensam assim: se o outro não faz, por que eu vou fazer?”, diz Iglesias. O problema é que, se ninguém diz nada e consequentemente nada é feito, o desejo coletivo é sufocado. O brasileiro, de acordo com Iglesias, tem necessidade de pertencer a um grupo. “Ele não fala sobre si mesmo sem falar do grupo a que pertence.”
Iglesias começou sua pesquisa com filas de espera. Ele observou as reações das pessoas em bancos, cinemas e restaurantes. Quando alguém fura a fila, a maioria finge que não vê. O comportamento-padrão é cordial e pacífico. Durante dois meses, ele analisou o pico do almoço num restaurante coletivo de Brasília. Houve 57 “furadas de fila”. “Entravam como quem não quer nada, falando ao celular ou cumprimentando alguém. A reação das pessoas era olhar para o teto, fugir do olhar dos outros”, afirma. O aeroviário carioca Sandro Leal, de 29 anos, admite que não reage quando vê alguém furar a fila no banco. “Fico esperando que alguém faça alguma coisa. Ninguém quer bancar o chato”, diz.
Iglesias dá outro exemplo comum de ignorância pluralística: “Quando, na sala de aula, o professor pergunta se todos entenderam, é raro alguém levantar a mão dizendo que está com dúvidas”, afirma. Ninguém quer se destacar, ocorrendo o que se chama “difusão da responsabilidade”, o que leva à inércia.
Mesmo quem sofre uma série de prejuízos não abre a boca. É o caso da professora carioca Maria Luzia Boulier, de 58 anos. Ela já comprou uma enciclopédia em que faltava um volume; pagou compras no cartão de crédito que jamais fez; e adquiriu, pela internet, uma esteira ergométrica defeituosa. Maria Luzia reclamou apenas neste último caso. Durante alguns dias, ligou para a empresa. Não obteve resposta. Foi ao Procon, mas, depois de uma espera de 40 minutos, desistiu de dar queixa. “Sou preguiçosa. Sei que na maioria das vezes reclamar não adianta nada”, afirma.
O “não-vai-dar-em-na-da” é um discurso comum entre os “não-reclamantes”. O estudante de Artes Plásticas Solano Guedes, de 25 anos, diz que evita se envolver em qualquer situação pública. “Sou omisso, sim, como todo brasileiro. Já vi brigas na rua, gente tentando arrombar carro. Mas nunca denuncio. É uma mistura de medo e falta de credibilidade nas autoridades”, afirma.
A apatia diante de um escândalo público também é frequente no Brasil. Nas décadas de 80 e 90, o contador brasiliense Honório Bispo saiu às ruas para lutar pelas Diretas Já e pelo impeachment do ex-presidente Fernando Collor. Caso que apenas se concretizou pelo massivo uso da imprensa. Estudiosos acreditam que o Impeachment nunca aconteceria se a mídia não colocasse no ar o ataque massivo ao presidente: 10 das 24 horas de programação das emissoras nas semanas anteriores ao ato divulgavam a  ideia das Diretas Já e Impeachment.
O estudo da UnB constatou que a “cultura do silêncio” também acontece em outros países. “Portugal, Espanha e parte da Itália são coletivistas como o Brasil”, afirma o psicólogo. Em nações mais individualistas, como em certos países europeus e a vizinha Argentina, o que conta é o que cada um pensa. “As ações são baseadas na auto-referência”, diz o estudo. Nos centros de Buenos Aires e Paris, é comum ver marchas e protestos diários dos moradores. A mídia pode agir como um desencadeador de reclamações, principalmente nas situações de política pública. “Se o cidadão vê na mídia o que ele tem vontade de falar, conclui que não está isolado”, afirma o pesquisador.
O antropólogo Roberto DaMatta diz que não se pode dissociar o comportamento omisso dos brasileiros da prática do “jeitinho”. Para ele, o fato de o povo não lutar por seus direitos, em maior ou menor grau, também pode ser explicado pelas pequenas infrações que a maioria comete no dia a dia. “Molhar a mão” do guarda para fugir da multa, estacionar nas vagas para deficientes ou driblar o engarrafamento ao usar o acostamento das estradas são práticas comuns e fazem o brasileiro achar que não tem moral para reclamar do político corrupto. “Existe um elo entre todos esses comportamentos. Uma sociedade de rabo preso não pode ser uma sociedade de protesto”, diz o antropólogo.
O sociólogo Pedro Demo, autor do livro Cidadania Pequena s (ed. Autores Associados), diz que há baixíssimos índices de organização da sociedade civil – decorrentes, em boa parte, dos também baixos índices educacionais. Em seu livro, que tem base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o sociólogo conclui que o brasileiro até se mobiliza em algumas questões, mas não dá continuidade a elas e não vê a importância de se aprofundar. Um exemplo é o racionamento de energia ocorrido há doze anos: rapidamente as pessoas compreenderam a necessidade de economizar. Passada a urgência, não se importaram com as razões que levaram à crise. Para o sociólogo, além de toda a conjuntura atual, há o fator histórico: a colonização portuguesa voltada para a exploração e a independência declarada de cima para baixo, por dom Pedro I, príncipe regente da metrópole. “Historicamente aprendemos a esperar que a decisão venha de fora. Ainda nos falta a noção do bem comum. Acredito que, ao longo do tempo, não tivemos lutas suficientes para formá-la”, diz Demo.
A historiadora e cientista política Isabel Lustosa, autora da biografia Dom Pedro I, um Herói sem Nenhum Caráter (Companhia das Letras), acredita que os brasileiros reclamam mas têm dificuldades de levar adiante esses protestos sob a forma de organizações civis. “Nas filas ou mesas de bar, as pessoas estão falando mal dos políticos. As seções de leitores de jornais e revistas estão repletas de cartas de protesto. Mas existe uma espécie de fadiga em relação aos resultados das reclamações, especialmente no que diz respeito à política.” Segundo Isabel, quem mais sofre com a falta de condições para reclamar é a população de baixa renda. Diante da deterioração dos serviços de educação e saúde, o povo fica sem voz. “Esses serviços estão pulverizados. Seus usuários não moram em suas cercanias. A possibilidade de mobilização também se pulveriza”, diz.
Apesar das explicações diversas sobre o comportamento passivo dos brasileiros, os estudiosos concordam num ponto: nas filas de espera, nos direitos do consumidor ou na fiscalização da democracia, é preciso agir individualmente e de acordo com a própria consciência. “Isso evita a chamada espiral do silêncio”, diz o pesquisador Iglesias. O primeiro passo para a mudança é abrir a boca.

2. Brasileiro reclama de tudo e não resolve nada

Reclamação vem do latim reclamatione, que designa o ato de “desaprovação manifestada por gritos”, e do verbo reclamare (reclamar) que significa exigir ou reivindicar. Essa, sem sombras de dúvida, é a atitude mais adorada e praticada pelos brasileiros. Nosso povo reclama de tudo em casa ou no bar!
Apesar do abuso desse ato, o problema não está em reclamar: o problema está em apenas reclamar. Não existe o hábito do segundo passo por aqui. A pessoa reclama, xinga muito no Twitter e fica por isso mesmo. A parte mais importante, que seria achar a solução para reclamação, simplesmente é abandonada, transformando a atitude de reclamar em algo totalmente inútil.

3. Brasileiro acha que a vida é resumida em futebol, fofoca, carnaval, cerveja e putaria

Oito em cada dez brasileiros tem o assunto do seu dialogo com os outros resumido nesses termos. Quando não está falando de futebol, está falando de sexo ou fofocando ou falando do quanto bebeu no final de semana e vice-versa. Qualquer tema que saia dessa esfera é rejeitado pela maioria, exceto, se o tema for inicio de um reclamação coletiva (do tipo que não vai dar em nada). Não é de estranhar que a definição do Brasil seja “o país do futebol e do carnaval”.
Tanto a filosofia quanto a Psicologia e a Sociologia explicam que essas paixões comprometem o intelecto humano. Tal como um homem apaixonado pela sua amada, o ser apaixonado não pensa, somente age de acordo com suas emoções. Os brasileiros dão provas que essas paixões os transformam em verdadeiros “trouxas”, entre os quais podemos destacar os seguintes fatos decorridos dessa passionalidade:

- Ronaldinho Gaúcho ganhando medalha Machado de Assis da Academia  Brasileira das Letras;
- Bruna Surfistinha virando best-seller e depois blockbusters;
- Brigas de torcidas;
- Brigas anuais nas apurações das campeãs do Carnaval;
- Pelé sendo reconhecido como um dos maiores brasileiros de todos os tempos pela Times;
- Pesquisas mostrando que brasileiro gasta mais com cerveja do que com Educação;
- Xvideo (sexo) como o vigésimo segundo site mais acessado do Brasil, perdendo apenas para sites de funções essenciais(como Google e sites de bancos) e para redes sociais.

Muito se pergunta se o Brasil poderá suportar seu crescimento diante de pensamento tão rudimentar. Existe uma estimativa construída em cima das pesquisas realizadas pelo IBGE que diz que provavelmente daqui a 5 anos o Brasil venha a atingir índices de países de primeiro mundo em diversas áreas. Porém, como comportar tamanho avanço se a cultura brasileira continua a mesma? É por esse motivo que a entrada de estrangeiros no nosso mercado de trabalho cresce a cada dia. Importar “cabeças-pensantes” é lucrativo para empresas já que aqui as cabeças estão ocupadas com outros pensamentos. Enquanto os gringos buscam soluções para os setores da indústria e da sociedade, nós continuamos com a imaturidade de apoiar nosso micro-universo na preocupação com nossos times de futebol e quantos dias de folga vamos pegar no carnaval. A carência de ambição e a passividade diante do que precisa ser feito converte a maior parte dos brasileiros em cartas fora do baralho do setor industrial quando o assunto exige dedicação e disciplina.

4. Brasileiro gosta da hipocrisia

 “Sem as pequeninas hipocrisias mútuas nos tornaríamos intoleráveis uns para os outros”. A frase é atribuída ao filósofo alemão Emanuel Wertheimer, coincidindo com as práticas gerais do mundo até nas grandes hipocrisias, como frequentemente chega ao nosso conhecimento por meio das manchetes diárias. Há milênios condenada pela sociedade, a Hipocrisia se encontra presente, acompanhando o homem desde do seu engatinhar pela superfície terrestre. Sua definição é difícil de lidar e sua complexidade é relevante, já que, em certas situações, o que parece hipocrisia, na verdade não é.
“Impostura, fingimento, simulação, falsidade”. Dessas quatro facetas ligadas à definição da hipocrisia provavelmente a menos conhecida é a impostura, como “artifício para iludir, embuste, vaidade ou presunção extrema”. De qualquer maneira, o que se ressalta aí é a presença da mentira. No caso da hipocrisia, a mentira social por excelência.
O conceito mais comum de hipocrisia, conceito qual iremos adotar aqui para discutir a situação brasileira, seria o ato de fingir ter crenças, virtudes, ideias, devoção, comportamento e sentimentos para alcançar o apreço publico, mesmo sendo o acusador vítima da sua própria crítica. Ou seja, o assassino que condena o homicídio, o funkeiro que critica a música ruim do Latino, o analfabeto que reclama da falta de leitura do povo.
Brasileiro adora uma boa hipocrisia. São tantos os exemplos para provar essa ultima afirmação que até fiquei em dúvida sobre qual deveria escolher. Optei pelo mais conhecido: Brasileiros versus emissoras de TV. Não deve ser novidade para ninguém que o Brasileiro critica e repudia programas de TV os quais assiste. BBB, o maior exemplo de hipocrisia brasileira, mostra a real face desse povo: de um lado, pessoas engajadas, criticando, dizendo para os outros não assistirem o programa. De outro, um dos programas com uma das maiores audiências da era dos “reality shows”. Nem é preciso ser especialista comportamental para saber que alguém está mentindo nessa história, ou precisa? De maneira semelhante temos o Zorra Total, o programa mais odiado pelo público brasileiro e líder de audiência do seu horário. Oras, de onde provém essa controvérsia senão da mentira e falsidade de alguns que condenam diante do olhar alheio mas, no aconchego do seu lar, passa parte do seu tempo livre assistindo esses programas.
Além dessa hipocrisia direta temos a hipocrisia indireta. Assumindo o mesmo exemplo anterior, podemos dizer que é um hipócrita de forma indireta aquele que reclama de quem assiste BBB, alegando que o último é um programa sem caráter cultural, contudo, não perde o jogo de futebol de quarta a noite ou mesmo, faz questão de assinar um canal de TV exclusivo de Futebol. São dois lados de uma mesma moeda.

5. Brasileiro não sabe lidar com o politicamente correto e politicamente incorreto

Quem tem boa memória e passa algumas horas do seu dia na frente do computador deve lembrar do caso do Stand Up do Rafinhas Bastos ano passado. Durante um dos seus shows, Rafinha resolveu utilizar do humor negro extreme nonsense, típico dele, fazendo uma piadinha um tanto sem graça sobre o estuprador fazer um favor à uma feia quando a estupra.
Quando essa notícia se espalhou foi o caos. Todo mundo condenou o humorista. Foi um tal de “esse cara tem que ser preso” para lá e um “que absurdo, é o fim do mundo” para cá.
Algum tempo depois, começou o novo BBB e aconteceu o  tal “estupro”. O que você pensa que o povo brasileiro fez? Criticou? Não, pelo contrário, ele brincou com a situação, fazendo piadinhas sobre o ocorrido. O politicamente correto foi esquecido, o que leva ao pensamento que aqui no Brasil parece que ele é de lua, ou vem por estação…. não dá para definir. Em certa hora o brasileiro desaprova, condena, critica tal ato incorreto, em outra, pratica e apoia.

6. Brasileiro tem o pé no extremismo para babaquices

Fanatismo ideológico é o estado psicológico que caracteriza qualquer pessoa como idiota. O Fanático é irracional, inflexível, persistente e teimoso. Sua natureza irregular, baseada em paixões, leva a paranoias e gera preconceitos e agressividade com quem discorda de seus valores e crenças. Nos países árabes, esse estado é bastante comum por causa da religião. Em alguns países europeus, extremismo e fanatismo se misturam na busca de alguns grupos por liberação de certos estados de seus países. Já aqui no Brasil…. bem, aqui é uma coisa inexplicável. Brasileiro adota o fanatismo para as coisas mais idiotas, por exemplo:
Defender partidos políticos (PT e PSDB é tudo farinha do mesmo saco, mermão!)
Defender crenças religiosas (Evangélico conservador que paga dízimo para pastor e se acha no direito de julgar a vida de todo mundo)
Brigar por times de futebol ( Enquanto você briga, eles recebem um salário gordo e riem da sua cara de otário)
Arrumar confusão por causa de celebridades, atores, atrizes, músicos ( Familia Restart é o cacete da Maria João! Lady Gaga não canta, apenas troca de roupa! Justin Bieber fez sucesso apenas por causa do cabelo! Tarantino é uma farsa! Chorem mimimimi…)
Esses são exemplos somente de uma pequena fração de todos os tipos de fanatismos babacas verde e amarelo. Deveria existir um projeto de lei que classificasse as pessoas por grau de idiotice fanática. Quem fosse reprovado deveria ser jogado, de imediato para evitar a contaminação aos demais, na Ilha de Queimada Grande para servir de alimento para as cobras do local.

7. Brasileiro não admite a própria culpa

“A culpa é minha e eu coloco ela em quem eu quiser” uma das famosas frases de Homer Simpson faz total sentido nessa republica. Segundo International Stress Management Association – em pesquisa com mais de com 1.000 profissionais – praticamente metade dos brasileiros analisados (47%) apresentam um comportamento agressivo quando algo dá errado e tende a negar a participação no erro. Percentual altíssimo se comparado aos países orientais e alguns europeus, os quais não ultrapassam os 14%.
Já faz parte da nossa cultura colocar a culpa nos outros. Não unicamente no trabalho mas em tudo que estamos envolvidos. O Brasil não funciona é culpa dos políticos e não nossa e do nosso voto e apatia frente a tanta corrupção. Enchetes ocorrem por causa do acumulo de lixo nos bueiros e a culpa é do El nino. Para tudo há sempre um bode expiatório.
Um exemplo clássico disso é a falta de leitura dos brasileiros atribuída aos preços dos livros. O Brasileiro consumiu a média 120 litros de cerveja por habitante em 2010.  A estimativa é que ultrapasse a marca de 15 bilhões de litro de cerveja em 2012 segundo a Sindicerv. Acredita-se que o gasto do brasileiro de classe C2 a B2 seja de R$ 360 reais anuais. O estudo da CBL (Câmara Brasileira dos Livros) mostra que o brasileiro lê em média 1,8 livros/ano e os livros mais comprados no nosso mercado tem preço em torno de 35 reais. Desse modo, assumindo todos esses fatos, fica claro que a falta de leitura do brasileiro vem pela ausência de vontade. Oras, comprar R$ 360 reais de cerveja pode mas gastar R$ 35 reais com um livro é muito caro? Eita “ paíszinho”….

8. Brasileiro não sabe resolver um problema de cada vez

Eis que existe um problema que incomoda muita gente e que ninguém nunca mexeu um dedo para solucionar. Certo dia, um brasileiro resolve sair do seu estado apático e coloca a mão na massa. Consegue um percentual razoável de apoio para sua ideia e ela começa a evoluir até que se torna popular. Nesse momento, o outro lado dos brasileiros apresenta-se: o de querer resolver tudo de uma vez só.
Você apresenta uma proposta para reduzir os impostos da importação de produtos e aparece sujeito dizendo que “enquanto perdemos tempo querendo diminuir os impostos, políticos roubam verbas em Brasília”. Você apresenta uma proposta para acabar com a violência nos esportes e aparece um brasileiro dizendo que “enquanto perdemos tempo querendo cessar a violência nos esportes, faltam medicamentos nas farmácias populares”. PORRA! Mas que diabos esse sujeito estava fazendo que não tomou a iniciativa para resolver esses problemas…. ficou esperando alguém tomar a iniciativa para resolver outro problema que não tem nada a ver com aquele que ele exalta para ficar reclamando. E assim, ninguém nunca resolve nada! Achar que tudo pode ser resolvido de uma só vez é um pensamento de babaca que leva ao fracasso. Se você acha que tal problema não é prioridade, faça a sua campanha para resolver o problema que você considera principal e não fique criticando quem está tentando melhorar o nosso país.

9. Brasileiro acha que os EUA é o melhor em tudo

Você deve conhecer algum brasileiro que foi para os EUA e voltou para a nossa amada terra parecendo um robozinho defensor do Tio Sam, ou não?  Eu conheço muitos. Sujeito vai para o exterior, principalmente para os EUA, e volta desdenhando tudo.
Esse hábito é de visitar o exterior e adotar o lado do extremo-negativo quando volta é típico de brasileiro. Comparações que, por muitas vezes, não fazem qualquer sentido, como as reclamações por não haver aqui um fast-food em cada esquina.
O que brasileiro tem que compreender é que cada país é um país. São culturas diferentes, são histórias diferentes, são povos diferentes. Você adotar o que há de positivo lá fora e implantar aqui é ótimo. Ruim é você ver o que há de positivo lá fora para ficar desdenhando o que há de simples por essas bandas.

10. Brasileiro é o câncer da Internet

A raça mais odiada da Internet tem nome: Brasileiros. Não é questão de xenofobia, o repúdio dos brasileiros por outros povos na Internet é pela total falta de postura e ética nossa no meio virtual. O comportamento baderneiro incomoda muitos povos, por isso que os brasileiros tem seu acesso restrito em diversos MMORPG (jogos grátis), fóruns, sites, redes sociais, entre outros. O brasileiro barbariza os blogs com comentários impertinentes com requintes de baixaria e quase sempre anônimo que é uma característica cultural do povo. Somos o povo mais irritante e troll da Internet.
O Orkut e Facebook são exemplos disso. Quando o Orkut era febre nos outros países, tudo era muito organizado, até que os brasileiros colocaram os pés nas terras googleanas. Foi um deus nos acuda, tamanha a bagunça que a rede virou. As comunidades de idioma inglês foram invadidas pelos brasileiros que começavam a falar em português no meio de debates em inglês. Os gringos irritados com tanta bagunça mudaram para o Facebook. E assim foi até que os brasileiros migraram para o Facebook e o abrasileiraram (leia-se Orkutizaram). O reflexo dessa mudança canarinho já foi demonstrado na ultima pesquisa de ingresso e saída da empresa que mostram a migração dos gringos para redes sociais alternativas. A invasão brasileira acabou se tornando ameaças para essas empresas da web por representarem grandes baixas nos países onde a empresa já possui determinado sucesso, levando a mesma proibir a nossa entrada com o intuito de manter o negócio.
Brasileiro enche essas redes de spam, de gifs que brilham, de páginas de humor, de páginas de putaria… compartilham qualquer coisa a qualquer tempo. Embora não exista nenhum Código de Ética para Internet, o bom senso deve estar sempre presente. Assim, compartilhar no Facebook, por exemplo, a foto de um gato esquartejado ou algo do gênero não é legal, todo mundo sabe disso, exceto a massa brasileira.
De modo parecido os brasileiros invadem os MMORPG’s. Em semanas eles destroem com os servers. Talvez devido a nossa natureza corrupta, corrompemos tudo que tocamos. E daí surge os BOTS, hacks, cheats e tantos outros mecanismos para obter vantagens sobre os outros que nós inventamos e que fazem os jogos perderem toda a graça.
Espero que com o tempo nós percebamos o quanto somos inconvenientes e irritantes, adquirindo uma postura mais sensata antes que sejamos expulso de tudo que é canto da web.

11. Brasileiro não sabe a própria Língua

A Educação no Brasil é lastimável, isso não é segredo para ninguém. Uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostrou que para  2.773 entrevistados (27,3% ), que avaliaram nosso sistema educacional, não houve mudanças na qualidade do ensino e quase um quarto (24,2%) acredita que o sistema piorou. Já o IBGE mostrou no seu estudo de 2011 que apenas 11% dos brasileiros conseguiram concluir o ensino superior (percentual baixo se analisarmos outros países, tais como Russia (54%), Cuba (92%), Chile (24%)).
Apesar dos pesares, com toda essa estrutura educacional precária, ainda é inexplicável o domínio débil do brasileiro sobre a sua língua. Não estou me referindo ao domínio completo – compreendendo todas aquelas regras exageradas e chatas -, estou dizendo do “basicão”.
Você leitor deve estar pensando que isso é resultado da falta de investimento do governo, ou não? Logicamente, essa é uma das possíveis causas, contudo, não é a única. Existem outras causas para explicar as anomalias do nosso sistema educacional, como a pesquisa feita por uma das principais empresas de contratos de estágio do país, que constatou no primeiro semestre de 2011 que  nem mesmo os graduando de jornalismo dominam a língua. Através de um ditado de 30 palavras, a empresa verificou que o índice de erro ficou na média 1/3 das palavras.
Esse defeito pode ser verificado em todas as áreas, desde das melhores escolas particulares até mesmo no próprio Sistema Judiciário.
Percebeu leitor? Estamos falando do topo da escala financeira e não um bando de pobres coitados que não tem aonde cair morto. Os grandes nomes da Língua Portuguesa do país, como o autor do livro “Preconceito Linguístico” Marcos Bagno, afirmam que a explicação para esses acontecimentos é mais simples do que parece: o completo desinteresse do povo por sua Língua devido a dificuldade que a mesma apresenta; a ausência do hábito da leitura.
Por esse e outros motivos, nesse país, a Língua virou arma de manipulação e fator gerador de preconceito.

12. Brasileiro adora dar reconhecimento para quem não merece

Quantas vezes você viu uma homenagem para o Carlos Chagas no horário nobre da TV? Releia a pergunta e substitua “Carlos Chagas” por Pelé e mentalize a resposta. No Brasil, quanto mais você faz pela sociedade, menos reconhecimento você tem dela. Em contrapartida, quanto menos você faz, maior notoriedade tem o seu trabalho. Assim temos cientistas, pesquisadores, juízes, médicos, engenheiros, bombeiros, policiais, professores, entre outros, que dedicam a sua vida em prol de todos e tem reconhecimento zero pela sociedade. Muitos deles sequer recebem um salário justo.
Já quem não faz nada pela sociedade, principalmente jogadores de futebol, mulheres de bundas grandes e perfeitas, entre outros que exercem uma “profissão” que não presta qualquer serviço para o bem comum, somente beneficiando aos próprios, além de receber salários altíssimos, são ovacionados pelo público.
Esse hábito não é exclusivamente brasileiro, boa parte dos países ocidentais, em especial aqueles que importam a cultura americana, se comportam dessa maneira. Esse culto as celebridades e o total descaso com quem realmente faz acaba gerando a insatisfação da maior parte das pessoas cultas seja aqui ou em qualquer parte do mundo. Como as pessoas com considerável grau intelectual são minorias, tal comportamento se espalha feito vírus, recebendo o apoio das mídias. Cabe a você e eu, que temos consciência desse tumor, espalhar nossa ideologia e derrubar essa idolatria e admiração aos falsos feitores originada da ignorância humana.

Fontes: blog curiosidades, blog ah duvido - por Babuwin

146 comentários:

  1. Concordo amigo,Brasileiros são um bando de Maria-vai-com-as-outras.
    ótima postagem.
    Abrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inclusive com vc concordando com o post.

      Excluir
    2. concordo com você

      Excluir
    3. Vai morar em outro país prá voce ver como é bom ser brasileiro no seu próprio país! Veja como tratamos os estrangeiros que aqui querem ficar e veja como eles tratam você se quiser morar por lá!

      Excluir
    4. Também acho!!!!

      Excluir
    5. Acrescento duas aqui, o brasileiro tem graves problemas com interpretação, igual os idiotas acima que acham que o post está falando mal do país... Está falando mal da cultura do brasileiro (pessoa). Segunda, é com esse pensamento medíocre do brasileiro de que se ele mudar de país está tudo resolvido, a cultura está nas pessoas, enquanto isso não mudar vc pode estar em qualquer lugar do universo que não vai mudar... Mude de atitude, mude a si mesmo... isso já vai ajuda a mudarmos essa cultura de merda que temos...

      Excluir
    6. Mas ai eh q tah amigo.. vc acabou de concordar com oq tah escrito...!! O brasileiro eh tao mal visto fora do Brasil q ninguem da bola pra gnt... jah a gnt sempre abre os braços pra qm vem de fora mesmo sabendo q tem mtu turista q acha q aki eh soh mato e macaco a gnt paga pau pra eles... esse eh o problema do brasileiro... amamos qm n nos ama e detestamos qm vive ao nosso redor...!!!

      Excluir
    7. Abre os braços para quem vem de fora... e brincadeira, né? São bem recebidos se dá para tirar um benefício, e um monte de urubus tentando tirar parte da carniça. Conheço outros países e sinceramente aqui, e principalmente no nordeste e aonde prejulgam a quem vem de fora e tentam explorar até a ultima moeda.. Brasileiro se fez mã fama? Sim, porque muitos dos que foram a outros países foram com a intenção de ficar ilegalmente e alguns diretamente para fazer coisa errada, e natural que com o tempo, qualquer brasileiro, no início, seja visto com desconfiança. E como o argentino: quem viajou durante decadas era o protenho da capital, egocéntrico se achando o melhor do mundo. Por eles paga com a fama o resto dos argentinos, que também não aguentam aos portenhos. O problema e o que foi exportado (vamos dizer que secretaría de turismo ter feito publicidade do Brasil com a prai de copacabana e uns bundões nos cartões postais não ajudou muito na imagem no exterior...), que criou a fama no exterior. A imagem não foi criada gratuitamente, teve muito fundamento e até um Estado que a fomentou.

      Excluir
    8. Pelamor né, brasileiro é tudo isso que foi citado acima mesmo. Se tem alguma dúvida de como brasileiro é bobalhão é só entrar no Facebook! E agora com essa moda de virar MC de funk então, pfff ¬¬

      Excluir
    9. falar que quem não gosta q vá para outro país,cinceramente q raciocínio pobre!então quer dizer q temos que amar a ignorância, a pobreza e falta de ética simplismente por sermos brasileiros e PERMANECERMOS DE BRAÇOS CRUZADOS COM RELAÇÃO Á TUDO?

      Excluir
    10. Nossa mano vcs tem que agradecer porque vcs moram em um pais como o brasil agradeçer porque temos uma moeda valorizada comparada com muitos paises, porque temos nao temos guerras ou nehuma relação ma com qualquer pais. Alem do fato de que:
      Tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis e vem sendo exemplo mundial?
      É o único país do hemisfério sul que está participando do Projeto Genoma?
      Foi e é o único que tem os resultados das eleições em menos de 24 horas.
      Que tem quase 7000 empresas com certificado ISO-9000, enquanto outros, não possuem nem 300.
      É considerado o segundo maior mercado de jatos e helicópteros executivos?
      Ou o que tem o maior e mais moderno sistema bancário do planeta?
      Que as agências de publicidade ganham os melhores prêmios mundiais?
      Que hoje é considerado a terceira maior democracia do mundo?
      Que possui a maior extensão territorial em praias maravilhosas?
      Que tem locais denominados como “maravilha do mundo”?
      Que em todos os campos e atividades esportivas, literárias, científicas e tecnológicas, agro-industriais, e outras, tem tanta proeminência?
      Que é referência mundial no transplante de órgãos, cirurgias plásticas e cardíacas?
      Que reúne os principais eventos de moda e feiras diversas?
      Que promove o maior número de vacinas á sua população?
      Que possui os maiores biomas do planeta?
      É o Brasil. TODOS OS PAISES POSSUEM COISAS RUINS MAS NÃO SE PODE ESQUECER AS COISAS BOAS DELE.

      Excluir
    11. Calem a boca, olhem pro lado e vejam os problemas... Hipocrisia é o que mais tem aqui, e outra, pessoal falando mal do post, e escrevendo tudo errado nos comentários, ESTUDAR é bobagem né seu puto!?!

      Excluir
    12. tenho que agradecer por ter conseguido entender o que você escreveu...
      "porque temos nao temos guerras ou nehuma relação ma com qualquer pais..." tive que ler umas 3 vezes pra entender!

      Excluir
    13. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk q lixo!!! é mole, o autor do post deve se achar a cima de todas esses tópicos pra falar uma besteira dessas!

      Excluir
    14. Brasil foi escolhido para o projeto Genoma pelas comunidades isoladas que não se misturaram com outras, seja decomunidades européias como indígenas. Não foi escolhida para participar por sua capacidade tecnológica. Sería como dizer que china foi escolhida para produzir industrialmente por causa da sua qualidade, quando sabemos que é por causa da mão de obra barata.
      O sistema bancário mais moderno? E considerado a banca eletrónica mais insegura do mundo.
      Agências de publicidade? bem atrás de outros da região, como Argentina.
      Terceira maior democrácia por causa da população, não porque funcione como uma democrácia.
      Extensão territorial, mesmo caso da anterior.
      A sorte de ter lugares considerados maravilhas? por ter lugares lindos? Em Haiti tem, e não por isso estão bem.
      Segundo maior mercado de jatos e helicóteros, só demonstra a diferença social e a opulência dos que mandam.
      Os campos das atividades, não e tão reconhecido assim. Acha que alguem sabe lá fora o que foi o 14 bis?
      O maior número de vacinas, com a maior população? estamos do mesmo jeito que com a democrâcia.
      Ter mais biomas no planeta e debido ao esforço de alguém?
      O posto fala da população, das atitudes, da maneira de pensar. Cruzar os braços e pensar que tudo está bem pelo que temos no lugar de tentar melhorar como pessoas.
      Ah, as eleições: O sistema de urnas no Brasil e de primeira geração, só na India aceitaram usar o mesmo sistema, nos outros rejeitaram por ser inseguro. Outros países usam sistemas de segunda ou terça geração que permitem verificar o voto. Hoje, você pode estar votando sem saber em quem... lhe recomendo não comprar tudo o que lhe vendem na tv.

      Não acho que ele se ache acima desses tópicos, acho que em algum momento ele percebeu e decidiu tentar não ser assim. Avaliar como lixo um mea culpa das falhas que se vé na própria sociedade? Eu me pergunto como o senhor faz para melhorar como pessoa

      Excluir
    15. Concordo plenamente com vc, moro fora do pais, e sofro na pele, o preconceito causada pelas pessoas de ma fé que vierem aqui pra fora, temos fama de oportunitas do lado negativo,e de querer tirar vantagem em tudo, sem contar o pobreza nao é desculpa, disciplina, bon senso, se aprende, o problema de nos brasileiros é que nao queremos mudanças com nosso fatalismo barato!!!!

      Excluir
    16. Como você é pessimista, sou brasileiro e não sou assim, isso vai muito da educação que recebemos. Muitas pessoas aceitam muitas coisas sem ao menos questionar, mas tenho certeza que não são todos, hipocrisia é sair generalizando essas coisas.
      Pela quantidade de pessoas concordando até acredito que seja a maioria, mas mesmo assim não podemos generalizar

      Excluir
    17. Concordo plenamente com os defeitos. E vejo, que a maioria continua a nâo entender nada. Povo simpático, alegre, mas com preguiça de raciocinar.

      Excluir
    18. 11. Não sabem mesmo! concordância em número: "nem mesmo os graduandoS de jornalismo dominam a língua."

      Excluir
  2. Grande postagem, amigo Augusto! Infelizmente é a atual realidade em nosso país... Chega a ser extremamente difícil conviver no dia a dia com pessoas que possuem essa mentalidade!

    Hoje, somos considerados "esquisitos" por não gostarmos de funk, não assistirmos a novela e nunca ter assistindo sequer uma edição desse BBB!

    Parabéns pelo seu texto! Enriquecedor e acolhedor... Não me senti excluída dessa vez! rs

    Um grande abraço,
    Ísis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pronto. Sobrou pro BBB. Exitem muitos pseudos intelectuais que não assitem o BBB e se acham superiores na inteligênia aos que curtem esse tipo de programa. Eu não assisti nenhum episódio do último BBB e nem por isso vou ficar desprezando quem assiste.

      Excluir
    2. Mania de criticar quem assiste BBB,é só um programa,não prejudica quem assiste,se não gosta muda de canal e vai ver o RR Soares pedir para colocar o dízimo em conta senão o diabo vai te pegar,ou o valdomiro vender um tijolinho por 200 reais ou o Malafaia vender um martelinho por 900 reais.Não vejo tantas criticas a esses programas quanto ao BBB.A explicação está ai em cima na reportagem.

      Excluir
    3. MEU COMO PODE TER GENTE QUE AINDA DEFENDE A MERDA DO BBB!!!!!!!!!
      ATÉ NA GRINGA ONDE CRIARAM ESSA BOSTA O POVO JÁ ESQUECEU OS REALITIES!!!!!

      Excluir
    4. Não é defendendo o BBB não, mas há pessoas que se acham mais intelectuais por não assistirem essas merdas, e ficam criticando o programa como se fosse mudar alguma coisa

      Excluir
    5. Pessoas, ao postarem essas coisas vocês provam o quão a educação falta, pois se não conseguem ler e entender o que ela fala é triste, ela falou que quem não assiste é tachado de esquisito, ela não disse ser superior ou qualquer coisa assim!

      Excluir
  3. Nossa, quem escreveu isso está de parabéns, pois representa a maioria da sociedade brasileira e é assim que os vejo. Realmente muito dos brasileiros tem essas manias e vícios, principalmente quando o assunto é facebook. Eles ficam postando qualquer coisa mesmo, muitos passam o dia inteiro só na rede social inserindo conteúdo irrelevante.

    Sou brasileiro mas não me sinto mesmo brasileiro. Porém confesso que tenho algum dos defeitos acima (como achar que os EUA é melhor em tudo). Acho (acho não, tenho certeza) que a melhor solução está na educação, pois só assim iremos nos tornar mais inteligentes e responsáveis.

    Posso até receber críticas protestando meu comentário, mas isso só servirá para enfatizar o item 2 da matéria "Brasileiro reclama de tudo e não resolve nada".

    Um abraço à Augusto Pattoli.

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto uma definição plena e muito elaborada do ser Brasileiro, pena que quem mais deveria ler essa matéria ira parar na terceira linha pois se trata de um texto grande e como a maioria dos Brasileiros são analfabetos funcionais e não entendem um texto grande irão passar adiante

    ResponderExcluir
  5. Esse artigo só seria verdadeiro se o mesmo fosse criado por um estrangeiro. Caso contrário entra grandes contradições.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo contrário, está certo por ser um mea culpa. Outra caraterística do brasileiro e a reação quando alguém de fora faz uma crítica conciente e fundamentada: "você diz isso porque e de fora, fala de pura inveja da gente, vocês não tem o futebol da gente, Brasil!, Brasil, Brasil!" (um falso nacionalismo que permite isolar a cabeça do que e realmente importante) Então, nem adianta alguém de fora falar, não sería ouvido.

      Excluir
  6. 10. Brasileiro é o câncer da Internet
    HUEHUEEHU ME REPORT U

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aeHOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

      Excluir
    2. è nois porra
      não ta satisfeito cassa seu rumo

      Excluir
    3. obrigado por trazer veracidade a pesquisa!
      é muita imbecilidade

      Excluir
  7. 6. Brasileiro tem o pé no extremismo para babaquices. Após me deparar com este artigo, não sei se todos, mas o autor com certeza.Vai estudar e desliga TV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que é o autor que está com extremismos ou será que não é você, anônimo, que não tem nada de construtivo a dizer? Brasileirinhos...

      Excluir
  8. marauder : finalmente alguem disse tudo sobre o brasileiro!concordo com tudo isto,sempre vejo o brasil ficar de quatro pra americano (e o resto do mundo tambem.)brasileiro é preguiçoso... carnaval,corrupção,novelas,futebol,cerveja e todo lixo sem cultura nacional que todos conhecem! odeio o brasil!se pudesse ja teria saido fora deste pais faz tempo!

    ResponderExcluir
  9. Cara, devo confessar que de todos os itens que eu vi, o que mais me impressionou pela tamanha verdade foi o item 3...
    Principalmente no tema "futebol" que toda vez que começa o assunto entre alguns meus amigos, já me dá um desanimo, tanto por eu não dominar tal assunto, como também pelo fato de ao meu ver, representa na roda de conversa a falta de assunto...ou seja, faltou assunto, vamos falar de futebol...

    ResponderExcluir
  10. vc n deve ser brasileiro... Enquanto tiver gente como você para detonar o Brasil, como as coisas vão melhorar? Arruma o que fazer em vez de meter o pau no Brasil, lógico que temos problemas, mais o que você esta fazendo para um Brasil melhor? falando mau do Brasil, será que isso ajuda? será que nós já não estamos viciados a dizer que o pais n presta. já que tú não gosta do povo daqui pq vc n arruma um passaporte e vai morar em outro pais, casa com uma(um) estrangeiro dai vc consegue cidadania e some daqui para sempre, e fica livre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cómo melhora ou muda sem assumir os defeitos? Acho que tudo começa essatamente por reconhecer as falhas e começar a trabalhar nelas.

      Excluir
    2. como diz o artigo: brasileiro nunca assume a culpa!!

      Excluir
    3. Que comentário ridículo, típico de quem não aceita críticas:

      "a então muda pra outro país".

      ué, ele está tentando mostrar os problemas do Brasil, e causar uma reflexão na sociedade, é difícil uma postagem na internet ter um efeito prático, mas aqui é pra isso, mostrar o problema, debater, criar um pensamento pra que aja mudança. Ficar com essa de " a vai pra outro país, ah então não vai, então para de fazer" é inútil, quer ver? vamos analisar:

      "os hospitais estão tds ruins", vc diria, pra pessoa parar de ir ?

      Excluir
  11. Bem na ferida... É assim mesmo, a maioria dos brasileiros se encaixam em todos os tópicos/itens acima.

    ResponderExcluir
  12. É uma pena ter que concordar com o texto, uma pena mesmo.
    E o pior é que é o nosso próprio cotidiano, nossas próprias escolhas pré-programadas pela sociedade, que faz o Brasil ser o contrário de "ordem e progresso".

    ResponderExcluir
  13. Esqueceu de colocar que os Brasileiros não seguem normas nem padrão é não gosta de seguir instruções de manuais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VERDADEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE, O ERRO JA COMEÇA DAÍ, BRASILEIRO NÃO SABE OU NÃO GOSTA DE EXERCER CIDADANIA.

      Excluir
    2. DE FATO,CADA VISÃO EXPLANADA AQUI TEM SEUS FUNDOS DE VERDADE, TANTO COM RELAÇÃO A POSTURA DO BRASILEIRO, COMO COM RELAÇÃO AO TRATAMENTO QUE DAMOS AOS ESTRANGEIROS.MAS TEMO QUE TER UMA VISÃO MAIS AMPLA, MACRO DO FATO DE TERMOS CHEGADO ATÉ A ESSE PONTO. O BRASIL FOI UM PAÍS QUE SURGIU DE MANEIRA ERRADA, AQUI DESDE A ÉPOCA DE CABRAL APLICARAM A POLITICA DA EXPLORAÇÃO E ALIENAÇÃO DE TODOS OS TIPOS: PESSOAS (ÍNDIOS, NEGROS), PLANTAS (PAU- BRASIL),IMPOSIÇÃO DO CRISTIANISMO AOS ÍNDIOS E NEGROS,MÃO- DE- OBRA PARA AS CONSTRUÇÕES, ABUSOS SEXUAIS DE ÍNDIAS E NEGRAS, EXTERMÍNIO DE ÍNDIOS E NEGROS, OS PORTUGUESES TRAZIAM PESSOAS QUE COMETERAM CRIMES E PROSTITUTAS PARA O BRASIL.NA MINHA OPINIÃO ESSES FATORES CONTRIBUÍRAM PARA SERMOS OS BRASILEIROS DE HOJE.PORTANTO É MAIS UMA QUESTÃO CULTURAL, QUE SE TORNOU UM CIRCULO VICIOSO, UM RANÇO QUE CULTIVAMOS ATÉ OS DIAS ATUAIS.DURANTE O REGIME MILITAR PROGREDIMOS, MAS DEPOIS DE 1984 TUDO VOLTOU A SER COMO ANTES, O MESMO CONFORMISMO DE SEMPRE. DAÍ TIVEMOS O impeachment de COLLOR, VESTIMOS A CAMISA E DEPOIS ACABOU, DEIXAMOS AS SITUAÇÕES CHEGAREM AO EXTREMO PARA PODER TOMARMOS ATITUDES.E AH, NOS OUTROS PAÍSES QUANDO SE PROTESTA ALGO PARA MELHORIA HOJE, NO MÍNIMO USA- SE GÁS DE PIMENTA, AQUI NO BRASIL TE PERSEGUEM, ACABAM COM SUA REPUTAÇÃO E TENTAM CONTRA A SUA VIDA...PORTANTO É ALGO BASTANTE ENRAIZADO QUE REQUER RECONSTRUÇÃO CULTURAL, ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO ESTA QUE SEMPRE ESTÁ A DESEJAR, PORQUE SERÁ HEIN? SERÁ QUE A FALTA DE VERBA MESMO,A LADAINHA É SEMPRE A MESMA E AS COISAS SEMPRE DO MESMO JEITO. SERÁ MERA COINCIDÊNCIA DURANTE TODOS ESSES SÉCULOS...? FICA A REFLEXÃO,PORTANTO JULGAR SEMPRE É FÁCIL, QUANDO ANALISAMOS AS COISAS DE MANEIRA SIMPLES E SUPERFICIAL. NÃO QUE EU DESCORDE DE TODOS VOCÊS,MAS JA PARAM PRA PENSAR QUE TEMOS QUE FAZER NOSSA PARTE, QUANDO VEMOS MORADORES DE RUA LIGAMOS PARA O DISQUE 100, VAMOS PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO, NÓS QUE CONHECEMOS UM POUCO DE NOSSOS DIREITOS E ESTAMOS AQUI DEBATENDO ESTE ASSUNTO, FALAMOS PARA NOSSOS FILHOS NÃO ASSISTIREM REALITY SHOW E NEM OUVIR MUSICAS DE PAGODE QUE FALAM MAL DE MULHER,ETC, ETC.É COMO A VELHA HISTÓRIA DO BEIJA-FLOR QUE ESTAVA NUMA FLORESTA PEGANDO FOGO E APENAS ELE COM SEU BIQUINHO ESTAVA PEGANDO ÁGUA E PESSOAS QUERIA DESANIMÁ-LO E ELE DISSE: ESTOU FAZENDO MINHA PARTE...FALAR SEMPRE É MAIS FÁCIL... VAMOS AGIR!NOSSA SOCIEDADE BRASILEIRA AGRADECE!!

      Excluir
  14. Parabéns a quem escreveu.
    Mas deu para notar que foi escrito por um brasileiro...Talvez nao tenha tido destaque no texto, mas brasileiro acha que tudo que é do Brasil é uma m.... e você é mais um deles, que critíca o povo em geral por ser brasileiro, certamente você é mais um igual a todos.

    ResponderExcluir
  15. Investimento em educação não é a chave para uma educação decente, longe disso.
    Veja bem, imagina o cara que vai pra uma escola pública péssima, só pensa em cabular aula e "pegar as mina". De repente o governo investe massivamente em educação e BOOM, a escola vira um palácio de aprendizado com estrutura de universidade de ponta. Essa pessoa irá automaticamente mudar o seu comportamento só porque agora ele tem a oportunidade de não ser mais um bosta na vida?

    Sugestão de leitura para entender mais sobre a educação nesse país:
    "O que o Brasil quer ser quando crescer? - Gustavo Ioschpe"

    ResponderExcluir
  16. Definiu o Brasil totalmente sem faltar nada... brasileiro é orgulhoso arrogante!! ¬¬'

    ResponderExcluir
  17. Muito bom, concordo com quase tudo

    ResponderExcluir
  18. ohh raça ruim a nossa

    ResponderExcluir
  19. ooooooooooooooooooooh falou tudo ?!?? ou não....
    só esqueceu de falar dos brasileiros racistas que por incrivel que parecer eles tambem são negros ashuhsa . entendeu minha ideia ....
    continua assim com post de qualidade

    ResponderExcluir
  20. Parabéns pelo post!!
    É isso ai mesmo infelizmente o brasileiro é um povo sem noção!!

    ResponderExcluir
  21. Certissimo , o nosso pais precisa de muita muita instruçao menos fanatismo religioso esterizaçao e controle da natalidade urgente .

    ResponderExcluir
  22. Excelente artigo, disse toda a verdade. Meus parabéns!

    ResponderExcluir
  23. Brasileiro é o único que faz um blog e coloca um Post para reclamar dele mesmo. Crie vergonha na cara !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos reclamar dos EUA, do Iraque? do Azerbaidjão?

      vc acessa blogs de todos os outros países?

      me poupe.

      Cria vergonha na cara e para de ver BBB que eu sei que tu deve amar, por isso ficou de mimimi

      Excluir
    2. GABEL Os vc é o tipico brasileiro citado nessa lista... !!!

      Excluir
  24. Faltou dizer que brasileiro é mal educado pra caralho. Veja no transito, filas e etc.

    ResponderExcluir
  25. Ah, e estes malditos carros com som em volume alto tocando merda..

    ResponderExcluir
  26. Tragicamente isso é verdade ...Mas a lingua portuguesa é a 2º mais complexa de se aprender, some isso com um sistema de educaçao fodido ( desculpa pelo palavrao XD ) uma pitada de sal e azeite a gosto e voce tera a situaçao atual do Brazil ( com z ).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E a segunda para seu uso completo e culto, não para o dia a dia. Para o uso diário tem línguas bem piores de origem oriental (além de precisar memorizar centenas de caracteres, falam de maneiras diferentes para diferentes níveis sociais) E não e só questão de não saber: conheço pessoas formadas, por exemplo, em jornalismo que podem escrever um texto direitinho, mas quando estão na internet ou falando com amigos fazem questão de falar tudo errado, sem concordância de gênero e número, etc.
      O sistema educacional, bom, pode ter parte da culpa. Mas se usamos os mesmos programas de faz 50 anos e faz 50 anos as pessoas saíam alfabetizadas e hoje não, não e só culpa só do sistema. Essa nova moda de querer tirar geografia e história nas escolas para dar mais matemática e português, só vai fazer as pessoas no futuro mais burras em mais temas do que hoje.

      Excluir
  27. hahahahahhaha após ler o post sabia que iriam aparecer muitos ofendidos com o conteudo, mas é isso mesmo hhahahahahaha, ri muito da nossa cara, não passamos de um bando de tongos!!!!

    ResponderExcluir
  28. E um monte de hipócritas postando...

    ResponderExcluir
  29. Faltou dizer que brasileiro tem síndrome de vira-lata, não se valoriza e não se ama, na verdade porque não vendemos esse país e mudamos nossa nacionalidade, afinal, adoramos dizer que somos descendentes de outra nação pra justificar a miséria de ter nascido aqui.

    ResponderExcluir
  30. Você é um petista ultra xenófobo e antipatriota! Diga qual é o povo perfeito deste planeta?
    Cara! Vai estudar! E larga mão destas reuniões no diretório do PT, principalmente no diretório acadêmico! Vai ler Animal!

    ResponderExcluir
  31. Mortes aos brasileiros !!!!!

    ResponderExcluir
  32. Que vergonha um post deste.

    Coloca ai mais um mal de brasileiro.

    Falar mal e fazer marketing negativo do próprio pais.

    Veja que países como por exemplo o USA fazem questão de não ferrar com a própria imagem.

    E ainda por cima, estes itens são na maioria mentira.

    Vergonha da pessoa que escreveu e divulgou isso.

    Depois não se sabe por que os estrangeiros tem medo de investir no nosso pais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VERDADE OS AMERICANOS DO NORTE SÃO PATRIOTAS MESMO!!! O RUIM É QUE AQUI TUDO VIRA CLICHÊ E ESTIGMATIZAM AS VISÕES DE ALGUNS QUE ACABA SE PROLIFERANDO E TORNANDO-SE UMA VERDADE OU MEIA VERDADE. ESSES PENSAMENTOS GENERALISTAS PARA MIM NÃO TEM VALOR, JÁ ESTÁ DIZENDO: GENERALISTA!!! BRASILEIROS OU NÃO SOMOS DIFERENTES, O USA TEM MUITOS PROBLEMAS MAS ELES NÃO EXPÕE A ESSE PONTO DE MANEIRA APELATIVA. ACHO QUE ESSES ASSUNTOS TEM QUE SER EXPOSTOS SIM, MAS DE MANEIRA MAIS SAUDÁVEL E PRODUTIVA: AUDIÊNCIA PÚBLICA, DEBATES EM ESCOLAS, PALESTRAS, E NÃO DE MANEIRA APELATIVA.

      Excluir
  33. HUAhauhauhauhua.
    Pior que os críticos são exatamente o que o autor cita no post, extremistas. A pessoa nao sabe simplesmente nao gostar, tem que ofender, chingar, agredir o autor. E uma bosta mesmo.

    ResponderExcluir
  34. Morei no exterior por 10 anos em 3 paises e retornei há pouco tempo..E te falo que a readaptacao é meio que complicada!! Numa rodada de conversas o que geralmente predomina é futebol,quanto o Neymar ganha! Se Adriano foi jogar! Novelas mil..BBB..Fofocas de Tv etc..Se você tenta mudar o assunto pra algo mais útil..é meio que descartado.Por eu ter morado tanto tempo fora..acho que seria normal parte das pessoas se interessar saber em cultura que vi em outros paises etc..Mas a maioria só que saber quanto se ganha em essa ou outra profissao...Mais um detalhe que percebi vivendo fora. é que os brasileiros que la encontrei..nao todos..mas uma grande maioria, quer implantar seu estilo de vida na casa dos outros..Acho que a cultura do futebol e a televisao..é um grande cancer mental na sociedade brasielria..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa até que enfim escuto alguem que pense como eu, moro fora ainda , e vejo essa mesma cena triste de brasileiros querendo impor nossa cultura na cs dos outros, e ainda chamam as pessoas que os acolhem com todo respeito de racistas,moro aqui a 15 anos, e posso dizer que nao faço parte da comunidade brasileira que tem aqui, pois so vejo gente malandra querendo se dar bem em cima dos outros, muito triste mesmo, tenho medo da nova geraçao....

      Excluir
  35. E eu como bom brasileiro não li o posto todo.....

    ResponderExcluir
  36. Quem nao gostou eh pq se viu ai no post e se sentiu ofendido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NADA HAVER, É PERSEGUIÇÃO ISSO, EU NÃO LI TODO, ASSUMI QUE É FATO E NÃO ME SENTI OFENDIDA.
      PAREM COM ISSO!!!

      Excluir
  37. Que isso cara pra que essa revolta.
    E dai se amamos futebol, se tocamos o terror na net, que gostamos de farriar.
    Toda civilização tem gente ruim e tem problemas.
    O Brasil não é perfeito mas tenho orgulho de ser Brasileiro, de zua os gringo na net, de ser louco por futebol (Operariano de MS) até de ver novela.
    Não temos que agradar o mundo mas sim ser feliz.
    cada um constrói seu destino,
    brasil ame-o ou deixe-o.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se eu pudesse já tinha deixado o seu país há muito tempo

      Excluir
    2. Diego Barbosa... Por causa de pessoas igual a vc que esse pais não vai para frente!

      Excluir
    3. CONCORDOOOOOOOOOOOO!!!

      Excluir
    4. Como não vai pra frente? oque era o país a 20 30 anos atrás. Melhoramos e continuaremos a melhorar.

      Vcs tem que acreditarem na sua nação nos seus no seu povo.

      Falta patriotismo, valorizem oque é nosso.
      Brasileiro é capaz, parem de glorificarem terras onde vcs não são bem vindos e vamos buscar nossos objetivos

      Lutem pelo Brasil

      Frase perfeita : Brasil ame-o ou deixe-o.

      Excluir
  38. Não existe nada de errado em concordar com o texto. Ter nascido e sido criado na República Federativa do Brasil não implica que o cidadão assuma os mesmos erros dos seus compatriotas. Se fulano fosse um cubano criticando a população cubana por apoiar o governo socialista, fulano não estaria em posição moral de fazer essa crítica pelo simples fato de ser cubano ? Médico nenhum aponta o diagnóstico de um paciente sem antes solicitar uma bateria de exames. Dá pra fazer um paralelo com a situação apresentada aqui. Ninguém pode mudar nada sem antes saber o que está errado.

    ResponderExcluir
  39. o post falou tudo que eu acho e tenho certeza que o brasil (povo brasileiro) é! que orgulho tenho dos EUA ser do continente AMERICANO pelo menos assim o continente será lembrado com respeito.

    ResponderExcluir
  40. O post é excelente! Falou a verdade e tem a comprovação disso com os comentários revoltados. Sinal de que estão se identificando.

    ResponderExcluir
  41. concordo com o texto acima e o estudo não foi feito por qq zé mané que fica enchendo o rabo de cerveja esse assunto não se resume as mesinhas de bares da vila madalena ou da cinelãncia....e só não reconhece que somos assim QUEM O É TB e ai fica melindroso bate no peito e abraça nosso PAVILHOA (sabem o que é pavilhão?). o pior doente é o que não reconhece que esta doente...e isso serve para o mal educado para o ignorante.........somos assim é a nossa natureza de achar que nós somos os engracadinhos no mundo por isso somos tratados de palhaços e depois reclamamos com a falta de respeito que ninguém tem por nós....SAIBAM QUE O RESPEITO NÃO VEM DE FORA PARA DENTRO E SIM DE DENTRO PARA FORA.....podemos sim sermos cordiais, podemos sim sermos alegres e festivos, porém ja passou da hora de pararmos de sermos idiotas, o que foi não gostou dou que eu escrevi...então A CARAPUÇA TE SERVIU......feliz PÁSCOA À TODOS

    ResponderExcluir
  42. Falar o brasileiro é fácil, da ao intender que o mesmo não é, não podemos julgar uma parcela população, como um todo, isso é apenas descriminação, todos sabemos que que uma grande gama de nós não é assim.
    Aí vai morar fora do país, e não vê hora da seleção jogar neste lugar para se juntar a outros e ficar cantando"ah eu sou brasileiro, como muito orgulho e muito amor", apontar defeitos é simplista de mais, provavelmente não deve saber, falar por favor, com licença e bom dia para ninguém, até parece que os outros países do mundo são exemplos de perfeição para tudo o restante mundo...

    ResponderExcluir
  43. O autor agora meteu o dedo na ferida, pela quantidade de comentários de pessoas que se sentiram ofendidas hahahaha pior que é bem por aí, você vai na roda de conversa, não escuta outra coisa além de futebol, fofoca, carnaval, cerveja e putaria ... Agora, conversas de como melhorar a vizinhança, para resolver um problema que atinge o coletivo da comunidade, NEM QUE A VACA TUSSA! O brasileiro não entende que, para melhorar o país, tem que agir primeiro na localidade, ou seja, agir local para atingir alcance global ...

    ResponderExcluir
  44. muito bem escrito concordo com tudo, quem reclama é porque faz as merdas que estão escritas ai

    ResponderExcluir
  45. "Brasil, ame-o ou deixe-o"

    Não me encaixo nessa lista.

    ResponderExcluir
  46. Existe somente um tipo de pessoa que não concorda com o post.
    Os que se encaixam nos itens propostos.
    No mais o que falta para a maioria dos brasileiros é ter vontade de agir; deixar a preguiça de lado; crer em si mesmo; fazer o certo mesmo que aparentemente ninguém está observando;
    E buscar na educação uma saída para esse irracionalismo que faz com que percamos nosso tempo com novelas, talk-shows, futebol, carnaval, alcoolismo, prostituição, preguiça de agir frente aos problemas etc... Afirmando que existe uns 30% de brasileiros sérios e comprometidos com coisas boas (na minha opinião).

    ResponderExcluir
  47. JA FUI PRO EXTERIOR ALGUMAS VEZES E CONFESSO QUE AS VEZES TENHO VERGONHA DE DIZER Q SOU DO BRASIL ,
    ELES PENSAM Q NOSSAS MULHERES SÃO TODAS PROSTITUTAS , OS HOMENS SÓ JOGAM FUTEBOL E PULAM CARNAVAL , ACHAM Q AQUI É UMA SELVA ., COM MUITOS ASSASSINATOS . TENHO VERGONHA!!!!

    ResponderExcluir
  48. Não concordo com a ultima. A ideia geral está certa, mas o autor foi infeliz ao exemplificar. Artistas, musicos e atletas não são "inuteis". Essa é uma visão extremamente preconceituosa e behaviorista e empobreceu muito seu texto. Quem nos dera o brasileiro desse valor a produção cultural como foi dito... Nosso problema não é esse, e sim que não damos valor a nada, nada mesmo! O povo brasileiro está tão ignorante, que nem sabemos mais reconhecer jogadores de futebol bons, o que era nossa ridícula "especialidade".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você.

      Essa pequena parte empobreceu o texto. É tipico dos mesmos brasileiros que tem os 12 defeitos que ele criticou colocar a música no nível do inútil. Falar que Antônio Carlos Jobim foi inútil é algo difícil de conceber.

      Excluir
  49. entendam, o pior do Brasil É O BRASILEIRO.

    ResponderExcluir
  50. O pior é achar que Deus é brasileiro.

    ResponderExcluir
  51. Não li... mas não gostei.

    ResponderExcluir
  52. Concordo com muitas coisas aí, mas não são todos, nada pode ser generalizado, nada mesmo, existem exceções, pessoas que não possuem nenhuma destas características. E particularmente sou daquelas pessoas que falam bastante sobre a hipocrisia e etc, existentes no mundo, mas nunca generalizo, pois não todos pensam e nem são iguais aos demais. Esta é uma crítica positiva, portanto não levem a mal.

    ResponderExcluir
  53. O que esperar de um país onde o povo se origina de uma "Milk Shake" de tudo quanto é tralha que era mandado para cá na época do descobrimento do Brasil. Exploradores, saqueadores, estupradores (incluindo aí os jesuítas, que de santo não tinham nada). Toda essa gama de bandidos que a Europa como um todo, para se ver livre, despachava para terras tupiniquins, com a desculpa de colonização.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Australia era uma ilha penal da Inglaterra, aonde eram mandados os criminosos. Não e desculpa.

      Excluir
  54. muito bom! a mais pura verdade! o que mais me irrita é o fanatismo.

    ResponderExcluir
  55. que se foda o olhar dos gringos, não pagam minhas contas, to nem aí, na moral quem é alienado é vc que escreveu esse texto, pois ao invés de fazer algo, fica falando mal do país !

    ResponderExcluir
  56. Para quem teve o trabalho de ler o texto e vir até estes comentários, minhas saudações. Ao invés de apenas concordar, convoco cada um a repensar alguma atitude do seu dia a dia de forma a mudar isso. O Brasil é feito de gente. Eu você e outros 190 milhões. É muito? Sim. Mas a cada atitude de AMOR PRÓPRIO, consequentemente teremos um país melhor. Pense nisso ao apenas repetir com todos estes 12 mantras do mal ai acima, e ajude a fazer um país do futuro o país do presente. EU ESTOU COM VOCÊ ao lhe dizer isso. :-)

    ResponderExcluir
  57. brasileiros e tudo uma bosta, no brasil a unica coisa que presta e a natureza.

    ResponderExcluir
  58. brasileiro acha q o mundo inteiro é bom
    e o Brasil é ruim.

    ResponderExcluir
  59. Deveria incluir (generalizando é claro): O Brasileiro só sabe apontar problemas e apesar de se gabar, quando se diz um povo rico em criatividade, não é capaz de apontar uma solução que seja, usa as mídias somente com a finalidade de autopromoção e não se difere em nada dos mesmos tipos de personalidades a que se refere.

    ResponderExcluir
  60. Não pega bem esquecer a vírgula antes do vocativo ("Percebeu leitor?") (sic) enquanto se está falando da Língua Portuguesa.

    Artistas não fazem nada? Espero, sinceramente, que o senhor autor do texto se refira aos populares "artistas de novela" e não a Portinari, por exemplo. A arte, a música e a dança em suas expressões que ainda possuem conteúdo crítico, são parte fundamental de qualquer sociedade que se preze. Além disso, não é raro que as Artes sirvam como um impulso gerador de crítica social, política e econômica.

    ResponderExcluir
  61. SÓ DIGO UMA COISA,BRASILEIRO PRA PROVAR QUE É A RAÇA MAIS IDIOTA DA FACE DA TERRA VAI SE INSCREVER PRA SER VOLUNTARIO NA COPA DO MUNDO.OS BABACAS GASTAM ANOS E DINHEIRO ESTUDANDO PRA FALAR FLUENTEMENTE UMA LINGUA OU MAIS,DAÍ VEM A FIFA COM ESSE MIMIMI QUERENDO PEGAR OTARIOS PARA SERVIREM A ESTRANGEIROS QUE NOS CONSIDERAM COMO FAVELADOS E NOSSAS MULHERES COMO PUTAS.COM CETREZA OS BABAQUINHAS PATRIOTAS VAO MARCAR PRESENÇA.QUERO MORRER DE RIR NA CARA DESSES OTARIOS E TROLLAR MUITO GRINGO NESSA COPA.ME AGUARDEM!

    ResponderExcluir
  62. Gostei demais do post e concordo com tudo que está escrito nele mas tenho uma leve ressalva. Parte do item de número 12:

    "Já quem não faz nada pela sociedade, como atletas – principalmente jogadores de futebol-, artistas, atores, músicos, mulheres de bundas grandes e perfeitas, entre outros que exercem uma “profissão” que não presta qualquer serviço para o bem comum"

    Nesse parágrafo o autor Augusto Pattoli colocou músicos no mesmo nível das mulheres que vivem da exibição do corpo, além de desconsiderar a música como uma profissão através das aspas.

    Na minha opinião isso é ter uma visão totalmente imediatista do mundo. Algo como acreditar que, se a pessoa não puder produzir resultado imediato, como um médico, engenheiro ou cientista consegue fazer, ela totalmente obsoleta ao país.
    Não posso deixar de discordar. Músicos como, por exemplo, os grandes mestres da bossa nova, são os responsáveis pelo fato de existir música boa brasileira famosa no mundo todo. Graças à esses músicos o Brasil é às vezes lembrado como o país da bossa nova e dessa forma incrível de música. Grandes músicos do mundo inteiro tocam a música brasileira e outros tantos músicos deixam seus países para vir ao Brasil estudar a bossa nova pela riqueza que só ela tem.
    Se nós mesmos e a nossa mídia desse mais valor à essa forma de música do que ao futebol e ao carnaval o Brasil poderia ser perfeitamente conhecido como o país da boa música.
    Para concluir acho que esse tipo de pensamento, de jogar a música no mesmo nível das mulheres fruta e das celebridades que nada nos fazem crescer, é uma característica do brasileiro que eu adicionaria à lista de defeitos insuportáveis. Não que eu ache que o funk carioca tem algo a contribuir, mas acho que a música brasileira, principalmente na bossa nova, no choro e no samba de raiz, tem muito a contribuir com a sociedade. Talvez se as pessoas parassem de ouvir o funk para apreciar a bossa nova e o choro pudéssemos ter brasileiros de nível intelectual mais alto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Bruno.
      Concordo plenamente com você. Foi um grande equivoco meu, vou corrigir o post. Muito obrigado pela educada observação.
      Minha ideia com este post é abrir um canal de dialogo na web para podermos melhorar nosso povo e o País.

      Excluir
  63. Concordo com todos!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  64. Brasil está falido e fadado a desgraça

    ResponderExcluir
  65. Concordo com o post, são verdades que não podem ser omitidas e devem ser usadas para reflexão

    ResponderExcluir
  66. Eu também concordo com todo mundo!!!
    E o jogo, Corinthians x São Paulo, hein?
    Melhor que isso só o desfile da Beija-Flor ou TV Fama. Ah, ou Xvideos!!!

    ResponderExcluir
  67. Bom, são temas complicados de se discutir, o Brasil tem suas qualidades e seus defeitos e tudo é questão de ponto de vista. Como por exemplo: Jogadores de futebol. Pode ser que eles não contribuam em muito para o Brasil e o mundo, mais por outro lado eles mostram a crianças carentes vitimas de abuso físico e moral que elas podem realizar um sonho independente da sua situação, obviamente vai ter gente que vai dizer que dar vazão a sonhos como esse é desnecessário, mais como eu disse logo no começo, é tudo questão de ponto de vista. Em relação ao domínio da nossa língua eu também acho lastimável essa situação, o povo brasileiro até lê, mais em geral só despertam algum interesse por coisas estúpidas e redes sociais, poxa, vamos ler um livro pessoal, vamos escrever um pouco, se expressar mais através dessa nossa bonita língua, sei bem que o meu português não está nem perto de ser totalmente correto, aposto que deve ter várias virgulas fora do lugar, mas as coisas são assim mesmo gente, ninguém é perfeito e nada é 100 por cento correto pow, vamos mudar primeiro e daí quem sabe conseguimos mudar alguma coisa :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais ou menos, com o tema do futebol. Conseguir melhoras na vida sim, e uma coisa boa. Mas preferiría que acontecesse com logros de pessoas que se esforçaram procurando estudar, trabalhar, melhorar na vida. Não que as pessoas se imaginem que a jeito de se salvar e só bater numa bola de futebol, e que o resto e para os otários. Prefiro o logro de alguém se formando, arranjando um bom emprego, reconhecimento nacional ou internacional, ou até simplesmente reconhecimento da sua comunidade. Jogadores de futebol não incentivam às pessoas a se esforçarem para melhorar.

      Excluir
  68. Brasil é o estado de São Paulo oque nos envergolha é o resto esse Zé Povinho que todo paulista sustenta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BEM SE OLHARMOS O FUTEBOL DE MANEIRA ISOLADA, SUPERFICIAL E FOCANDO APENAS OS JOGADORES DE TIMES,É BEM PROVÁVEL CHEGARMOS NA CONCLUSÃO DO AUTOR DO BLOG, MAS SE TIVERMOS UMA VISÃO MAIS AMPLA DO MESMO,ATENTANDO-SE PARA O ESPORTE E A CULTURA, QUE NÃO É EXCLUSIVIDADE DO BRASILEIRO.CERTAMENTE VÃO LEMBRAR QUE TEM PESSOAS E PROGRAMAS SOCIAIS QUE UTILIZAM O ESPORTE (FUTEBOL), COMO UMA DAS FERRAMENTAS PARA RESGATAR CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE RISCO. QUALQUER ESPORTE COMO O FUTEBOL PODE OU NÃO CONTRIBUIR PARA A FORMAÇÃO DE UM INDIVÍDUO, DEPENDE DE COMO É FEITO O INCENTIVO PARA A PRÁTICA. OU SEJA SENHORES: EDUCAÇÃO!!!!

      Excluir
  69. como todo pais tem um babaca igual você que só conhece o mundo pela tela da sua TV...
    Isabela Delanhesi

    ResponderExcluir
  70. Eu curto muito estes tipos de posts, os comentários abaixo sempre se encarregam de confirmar o que está escrito hahaha

    ResponderExcluir
  71. Tem mata então porra....

    ResponderExcluir
  72. Eu adoro ser Brasileiro. Se alguém não está contente Pede para sair.

    ResponderExcluir
  73. Brasileiro é preguiçoso, caloteiro, sem vergonha na cara, ordinário, corrupto,alienado....olha q consigo escrever até amanhã aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IGNORANTE!!!SÓ BRASILEIRO QUE É ASSIM NÉ? DEIXE EU REFRESCAR SUA MEMÓRIA.
      Grécia Antiga
      1250 - 1240 a.C.: Guerra de Tróia
      499 - 479 a.C.: Guerras Médicas
      431 - 404 a.C.: Guerra do Peloponeso
      334 - 323 a.C.: Campanhas de Alexandre, o Grande

      [editar] Roma Antiga
      343 - 290 a.C.: Guerras Samnitas contra Samnium
      264 - 146 a.C.: Guerras Púnicas contra Cartago
      264 - 241 a.C.: Primeira Guerra Púnica
      218 - 202 a.C.: Segunda Guerra Púnica
      149 - 146 a.C.: Terceira Guerra Púnica
      215 - 168: Guerras Macedónicas
      91 - 88 a.C.: Guerra Social contra os aliados latinos
      82 - 81 a.C.: Guerra civil de Sulla
      58 - 50 a.C.: Guerras da Gália, conquista da Gália por Júlio César
      49 - 45 a.C.: Guerra civil de Júlio César
      43: Invasão romana das ilhas britânicas
      220 - 265: Guerra dos Três Reinos na China
      291 - 306: Guerra dos Oito Príncipes na China

      [editar] Idade Média e Renascimento
      711 - 718: Conquista árabe da Espanha
      1066: Conquista Normanda de Inglaterra
      1096 - 1291: Cruzadas
      1096 - 1099: Primeira Cruzada
      1147 - 1149: Segunda Cruzada
      1187 - 1191: Terceira Cruzada
      1202 - 1204: Quarta Cruzada
      1209 - 1229: Cruzada contra os Cátaros
      1217 - 1221: Quinta Cruzada
      1228: Sexta Cruzada
      1248 - 1254: Sétima Cruzada
      1270: Oitava Cruzada
      1271 - 1291: Nona Cruzada
      1236 - 1237: Invasão Mongol da Bulgária do Volga
      1223 - 1240: Invasão Mongol da Rússia
      1241: Invasão mongol da Europa
      1248 - 1254: Sétima Cruzada
      1262 - 1267: Guerra Berke-Hulagu
      1139 - 1153: A Anarquia, guerra civil inglesa
      1152 - 1453: Guerra da Barba
      Guerra da Independência Escocesa
      1296 - 1328: Primeira Guerra da Independência Escocesa
      1332 - 1333: Segunda Guerra da Independência Escocesa
      1337 - 1453: Guerra dos Cem Anos
      1341 - 1364: Guerra da Sucessão da Bretanha
      1385 - 1399: Guerra Tokhtamysh-Tamerlão
      1420 - 1436: Guerras Hussitas
      1454 - 1466: Guerra dos Treze Anos, entre a Polónia e os Cavaleiros Teutônicos
      1455 - 1485: Guerra das Duas Rosas

      [editar] Séculos XVI a Século XIX
      1521 - 1523: Guerra da Libertação da Suécia
      1562 - 1598: Guerras da Religião em França ou Guerras Huguenotes
      1568 - 1648: Guerra dos Oitenta Anos (independência da Holanda)
      1588 - 1654: Guerra Luso-Neerlandesa
      1618 - 1648: Guerra dos Trinta Anos
      1639 - 1652: Guerra Civil Inglesa (Oliver Cromwell)
      1648 - 1653: Fronda em França
      1648 - 1654: Rebelião de Chmielnicki
      1654 - 1656: Guerra Russo-Polaca
      1655 - 1656: Guerra Sueco-Brandenburg
      1655 - 1660: Guerra Sueco-Polaca
      1656 - 1658: Guerra Russo-Sueca
      1656 - 1660: Guerra Sueco-Dinamarquesa
      1657 - 1660: Guerra Sueco-Holandesa
      1658 - 1667: Guerra Russo-Polaca
      1701 - 1714: Guerra da Sucessão Espanhola
      1733 - 1738: Guerra de Sucessão da Polônia
      1740 - 1748: Guerra da Sucessão da Áustria
      1754 - 1777: Guerras Guaraníticas
      1756 - 1763: Guerra dos Sete Anos
      1775 - 1783: Guerra da Independência dos Estados Unidos
      1803 - 1815: Guerras Napoleónicas
      1807 - 1814: Guerra Peninsular
      1809 - 1825: Guerra da Independência da Bolívia
      1810 - 1816: Guerra da Independência da Argentina
      1810 - 1821: Guerra da Independência do México
      1817 - 1818: Guerra da Independência do Chile
      1822 - 1823: Guerra da Independência do Brasil
      1825 - 1828: Guerra da Cisplatina
      1828 – 1834: Guerras Liberais em Portugal
      1835 - 1845: Guerra dos Farrapos
      1839 - 1860: Guerras do ópio
      1839 - 1842: Primeira Guerra do Ópio;
      1856 - 1860: Segunda Guerra do Ópio
      1848 - 1866: Guerras de Unificação da Itália
      1848 - 1849: Primeira Guerra de Independência Italiana
      1859: Segunda Guerra de Independência Italiana ou Guerra Franco-Austríaca ou de Guerra Austro-Piemontesa
      1866: Terceira Guerra de Independência Italiana (Também chamada de Guerra das Sete Semanas, Guerra Austro-prussiana ou Guerra Civil Alemã).
      1851 - 1852: Guerra contra Oribe e Rosas
      1853 - 1856: Guerra da Criméia
      1861 - 1865: Guerra Civil Americana ou Guerra de Secessão
      1864: Guerra contra Aguirre
      1864 - 1870: Guerra da Tríplice Aliança ou Guerra do Paraguai
      1868 - 1869 : Guerra Boshin
      1870 - 1871: Guerra franco-prussiana


      Excluir
    2. Será porque o Brasil não tem munição para 1 hora de combate? (palavras do ex chefe da defeça)

      Excluir
  74. Obviamente um texto escrito por alguém que nunca viajou para fora, se você trocasse "brasileiros" por "seres humanos" seria mais adequado...

    ResponderExcluir
  75. RESPOSTA TÍPICA DE QUEM NÃO LEU O TEXTO E PORTANTO NÃO HÁ ARGUMENTOS,PORTANTO NÃO VENHAM DIZER QUE ISSO É COISA DE BRASILEIRO?? NOS POUPEM POR FAVOR!!!!

    ResponderExcluir
  76. cara..e verdade.. o povo brasilero em grande maioria,é inculto e desonesto,sempre disposto a tirar vantagem! tenho 39 anos e javi o suficiente: amigo caloteando amigo,comerciantes sacaneando turistas,preguiçosos esquentando cadeira em repartiçao publica,empresarios fugindo de cidade pra escapar de dívidas,lástimavel a pouca vergonha na cara de nossos conterraneos... adoraria ter nascido num país como o japao,e infelizmente sei que jamais seremos como eles..

    ResponderExcluir
  77. O PROBLEMA NÃO É USAR FACEBOOK, ASSISTIR BBB E OUVIR MÚSICA DE PAGODE; É TER CONHECIMENTO PARA SE TER DISCERNIMENTO E ISSO DEPENDE DE EDUCAÇÃO SEJA ELA DE CASA,ESCOLAR, GRUPO RELIGIOSO, ETC ETC.

    ResponderExcluir
  78. teve um merda de brasileiro que fez o dia do brasil. no exterior como no estados unidos , japão , é agora inglaterra esse idiota quer de qualquer jeito empurrar a nossa ( CULTURA ) . que na verdade é de outros paises ... brasileiro é uma M,B, EYC ETC ???

    ResponderExcluir
  79. Uma coisa que o amigo esqueceu de mencionar é que outro grande defeito dos brasileiros: Adorar criticar os outros brasileiros. Em geral, acredito que somos o povo que menos vestimos a camisa de nosso pais e, vivendo dentro de um aquário, como o amigo que redigiu o texto, é evidente que fale essas asneiras por não saber o que há além "daquelas" paredes.

    ResponderExcluir
  80. A hipocresia,nao reclamar seus direitos,gostar de futebol e carnaval, etc etc...nao é um defeito¨ meramente dos brasileiros, muitos povos e nacoes passam pelas mesmas coisas, exemplo: varios paises amam o carnaval brasileiro, admiram nossa cultura, amigavel e receptiva. Quem escreveu o artigo acima, tem alguma razao, mas nao em tudo, nao mesmo. Nao conhecem de politica mundial!!! Paises em situacao muito pior que o Brasil, mas que nao estao denegrindo sua propria imagem. O Brasileiro é admirido e respeitado e varios paises que eu ja passei, nunca absolutamente nunca, fui descriminada pelo fato de ser brasileira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoram sim, mas para vir de férias, se desconectar. Não para serem permanentemente desse jeito. Sabem que ser sempre assim não e produtivo. qualquer um que passa mais de 6 meses aqui difícilmente quer ficar nessa situação.

      Excluir
  81. Todos nest post sao brasileiros, entao parem de palhaçada

    ResponderExcluir
  82. OU EU SOU BURRO DEMAIS OU ESSE POVO É REALMENTE BRASILEIRO DE SANGUE...RSSS.

    NÃO É PARA CONCORDAR OU DISCORDAR, NÃO É PARA DAR PARABÉNS OU CRITICAR QUEM ESCREVEU O POST.

    É SOMENTE PARA LER E REFLETIR, POIS SE VCS CONCORDAREM OU DISCORDAREM ESTARÃO SENDO LEGITIMOS BRASILEIROS, ESTARÃO SENDO MARIA VAI COM AS OUTRAS!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ISSO MESMOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!

      Excluir
  83. A coisa e bem assim mesmo, Pena que todo mundo quer se defender xingando e nao tentando demostar no dia a dia que as coisas nao sao assim, cada dia o Brasil vai de mal a pior e sao poucos os brasileiros que nao estao no ranking dessa pesquisa ai, A realidade doi, mais o que mais doi mesmo e que ao inves de melhorar a situaçao so piora

    ResponderExcluir
  84. Falam,falam,e nao admitem alguns... na verdade pra ser brasileiro tem ke ser herói,ser roubado todo dia,receber zero de cultura,desconfiar do próprio amigo ou irmao,trabalhar um mês inteiro por uma miséria..ainda nao vi brasileiro totalmente honesto,acho keta pra nascer ainda.. e dizer ke aki éo melhor lugar do mundo pra se viver é no mínimo falta de conhecimento.

    ResponderExcluir
  85. Beira o ridículo que os gringos "migraram" do orkut do facebook por causa dos brasileiros, os gringos nunca foram maioria no Orkut, quem acompanha o mundo da internet sabe que os gringos preferiam sites como myspace, e pouquíssimos utilizavam o Orkut.
    Tirando essa pequena parte o post está muito bom! parabéns a quem escreveu! (também escrevo em um blog na área de tecnologia)

    ResponderExcluir
  86. Você esqueceu da principal falha ou burrice do brasileiro: "Ele faz uma burrice na vida, toma lá no meio e sem pensar duas vezes, repete a mesma burrice outra vez pra tomar bem no meio de novo!"

    ResponderExcluir
  87. Gente, por que é tão difícil ler o texto e não parar dois minutos pra refletir se ele não fala a mais pura verdade? Por que tem que sair criticando e falando mal do autor? Ele tem o direito de falar o que pensa ( aliás, muito bem baseado em números e pesquisas) e cada um concordar ou não, também é um direito. Mas custa ser bem-educado e usar as palavras adequadas? Aliás, tem uma galerinha aí criticando que mal escreve português ( e não é gringo não, é português de quem preferiu ficar vendo BBB a ir pra escola). E essa de dizer " não tá feliz aqui, se manda" é coisa de gente pobre de espírito mesmo. Quero ver a hora que os poucos que pensam se "mandarem" mesmo. Aí quero ver de quem vem a renda pra bolsa-família...

    ResponderExcluir
  88. Muito bom texto, vivo fora do Brasil ha muitos anos e so nao volto pq nao me identifico com essa mentalidade retratada por voce. Infelizmente e verdade e os que tentam fazer diferente sao chamados de bobo, sonhador, encrenqueiro (no caso de reclamar por uma furada de fila, ou por uma explicacao mal dada pelo professor). So gostaria de observar que no item brasileiro nao sabe a propria lingua vc cometeu um erro de portugues quando escreveu "...um bando de pobres coitados que não tem aonde cair morto." Nesse caso o correto seria "onde cair morto" "aonde" eh a juncao de a+onde e se usa com a ideia de movimento.

    ResponderExcluir
  89. Muito bom, infelizmente tenho que concordar e muito com o que foi escrito, vivo fora do Brasil ha anos e so nao volto pq nao consigo me identificar com esses aspectos da nossa cultura, citados no texto. Claro que existe muita coisa boa na nossa cultura, mas infelizmente os aspectos negativos se sobrepõem aos positivos quando se pensa no futuro dos filhos. So uma observacao, no item o brasileiro nao conhece a propria lingua ha um erro de portugues na frase "...um bando de pobres coitados que não tem aonde cair morto." aonde eh a juncao de a+onde e se usa com a ideia de movimento. O correto seria onde, "um bando de pobres que nao têm onde cair morto."

    ResponderExcluir
  90. BRASILEIROS...em sua maioria é tudo isso mesmo..não podemos generalizar, mas em sua maioria é mesmo assim...já muitos anos não vou ao brasil e quando vou entro em depressão só de ver as merdas que fazem...mas eu sei que ha muitas pessoas inteligentes no brasil, assim como há muitas pessoas burras em outros países.

    ResponderExcluir